quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Coisas Erradas que Ensinamos para as Crianças.

     Eu não sou pai, provavelmente não serei tão cedo, mas vendo e ouvindo o que tem sido ensinado para as crianças desde a minha época nesta condição, me preocupo com a sociedade na qual meus filhos crescerão, então aqui segue uma lista com algumas coisas erradas que observei:

1- Isso é coisa de menino isso é coisa de menina.

     Por muito tempo fui perseguido pela máxima "Meninos não choram". Isso para mim era um problema, já que eu fui um garoto bem chorão, mas vendo que isso não afetou o que sou hoje  comecei a refletir. Os sentimentos são o diferencial da raça humana em relação as demais espécies. É como a capacidade de exitar frente a possibilidade de ferir a sí mesmo ou a outro. Chorar (dentro de um certo limite), não torna um garoto menos homem, o faz mais humano.
     A divisão do que é pra menino e do que é pra menina é uma mera imposição social, por exemplo: por facilitar a higienização e movimentação dos bebês pequenos o vestido era usado como peça do vestuário, tanto para meninos como para meninas, até o final do século 19, mesma época na qual por uma questão de marketing, as lojas começaram a indicar quais cores eram mais indicadas para cada sexo a fim de movimentar as vendas já que tinjir as roupas era caro e os pais não estavam nem ai para as cores.
     Acontece que em 1918 se dizia que o rosa era ideal para os meninos por ser uma cor forte, enquanto azul era considerada a melhor cor para meninas por ser delicado. A partir de 1920 é que foi estabelecido o padrão que está agora tão enraizado em nossa cultura. Eu fico imaginando os pais da época, tendo que de uma hora para outra renovar todo o guarda roupas do filho para que ele parasse de ser confundido com uma menina, e esse menino crescendo nessa cultura e passando isso ao filho até chegarmos no ponto em que estamos, no qual a cor da roupa, dos brinquedos e até dos personagem de TV parece fazer uma divisão entre meninos e meninas que deveriam estar aprendendo a conviver, coexistir e cooperar, cada um com suas qualidades e seus defeitos.

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-rosa-e-cor-de-menina-e-azul-de-menino?conteudo-relacionado

2-Ta apertado? Faz ali no cantinho!

     O problema não é especificamente fazer xixi na rua, o problema é o velho estereótipo do "menino pode, menina é feio", os dois são feios! Você não quer estar passeando de mãos dadas em um clima romântico e de repente se deparar com um pênis de fora no meio da rua. Isso não é nada agradável, então deixe claro pro seu filho que ele urinar em via pública é uma excessão e não uma regra, para que ele entenda desde cedo o significado da palavra pudor e assim não precise aprender dentro de uma cela o que você não ensinou em casa.

3-Senta prá ver TV e fica quietinha(o).

     No meu tempo passar horas e mais horas em frente a TV era tido como um comportamento inapropriado, quase doentio, sei, pois fui um pioneiro nessa área e muitas vezes fui criticado pelos meus familiares, amigos e seria pelos vizinhos, mas eles nunca me viam. Minha rotina era escola TV, TV escola. Isso resultou em uma grande timidez, sobrepeso e consequentemente problemas ósseos, mas apesar de tudo isso tive bons momentos na minha infância, apesar do que possa parecer, mas a programação da TV era diferente, ela realmente tinha a intenção de educar.
    Me surpreendo hoje em dia ao ver pais e mães usando a TV como babá, não vejo mais jogos em família, as boas e velhas piadas, as guerras de cócegas, não vejo mais crianças jogando queimado, pique-bandeira ou o tradicional jogo de taco. Não fui fã desses jogos, confesso, mas se eu soubesse que eles seriam extintos eu provavelmente teria me entereçado mais. Agora as crianças tem seus exercícios físicos reduzidos às mãos que movimentam as telas dos smartphones e tablets ou no máximo mudando os canais no controle remoto. Televisão não é babá! Se você quer um filho saudável, esperto e comunicativo, precisa se comunicar com ele, sair com ele, deixa-lo fazer amigos e dar a ele a oportunidade de experimentar o mundo real, rolar na grama, se molhar na chuva e chutar lata pra jogar futebol.

      
4- Vai ficar bonita igual a mamãe.

     Toda criança é linda, não importa se ela não se encaixa nos seus padrões de beleza, ela é linda, simplesmente pelo que ela é: uma criança. Se ela não tem um cabelo encrívelmente liso, pele perfeita ou olhos simétricos isso não passa de um mero detalhe, toda criança é linda e essa beleza deve ser preservada e não escondida debaixo de camadas e mais camadas de maquiagens ou ressaltada por uma roupa curta ou salto alto. Criança tem que ser preservada, em sua pureza e integridade. Submete-las a julgamentos sobre sua aparência a impedem de desenvolver outras áreas da sua personalidade e a deixam marcadas por toda a vida.

5-Você vai poder quando você for grande.

     Ser criança é ótimo, poder falar a verdade sem medo das convenções sociais, não precisar trabalhar para comer, se vestir, se divertir, não é justo que crianças vivam uma fase tão maravilhosa na expectativa daquilo que farão quando forem adultos, por quê crianças não podem apenas ser crianças? Provavelmente ele não vai saber o que realmente quer ser até terminar a primeira faculdade. Deixem as crianças serem crianças, e se preocuparem com a vida de adultos quando o forem, ou mais tarde. Quem sabe?!

6- Pode falar ele(a) não entende.

     Existem coisas que não são para os ouvidos de crianças, muito menos para suas bocas, e não estou falando apenas de palavrões. Todas as coisas tem seu tempo, no momento certo seu filho vai chegar até você e perguntar o que ele quer saber, se você deixar aberto desde cedo um campo de comunicação no qual ele saiba que pode contar com você, então não despeje uma enxurrada de informações que não serão úteis para ele tão cedo e nem use suas experiências ruins para matar os sonhos dele, pode ser que ele consiga o que você não conseguiu, ou pode ser que ele queira algo completamente diferente, o seu papel como pai não é podar os sonhos do seu filho, é dar assistência para que ele possa crescer com meios para não te culpar por não ter conseguido. Papai Noel, coelhinho da páscoa e bicho papão são opcionais.

__________________________________________

     Obviamente essas foram apenas algumas coisas que tive a oportunidade de observar, todos os dias crianças aprendem coisas erradas e as praticam como se fosse algo normal, não quero ensinar ninguém a criar seus filhos, mas se os meus vão crescer junto eu vou querer dar o meu pitaco, você pode não concordar mas essa é apenas a Minha Humilde Opinião.

Ass: Bruno Santos