terça-feira, 2 de agosto de 2016

O Poder do Branco



     Ninguém preenche um cheque e o entrega em branco para outra pessoa, isso é perigoso, pode culminar em serias consequências. Ninguém vai a um restaurante desconhecido olha para o garçon e diz: Meu querido, me surpreenda! Seja lá o que ele trouxer, terá de ser pago. Você não vai querer correr o risco que seja algo que você não queira, pois dar a outro autonomia para escolher por você não te isênta da responsabilidade e por mais que você ache que é indiferente fazer ou não a escolha já que qualquer das opções dadas não seriam a escolha ideal, pense que ainda pode ter uma menos pior.

     Bem, caso o assunto deste texto ainda não tenha ficado claro para você eu vou direto ao ponto: o que você tem feito com o seu voto? Tem aplicado e investido em algo que valha a pena ou tem entregado nas mãos de outros para que façam o que bem enterem? Em uma entrevista o então Ministro, Marco Aurélio Mello,  declarou que o voto nulo é a melhor forma de "Dar uma de avestruz, enfiando a cabeça na areia e deixar o vendaval passar, é a melhor forma de comprometer negativamente o futuro do país". 
     E caso você já esteja sentindo no ar, sim, esta seria a parte do texto em que eu voltaria vários séculos na história do mundo para falar sobre paises que foram governados por crianças só por terem nascido na família certa, falaria de tiranos que exploravam o povo como propriedades suas nos feldos e sobre toda a luta que nossos conterrâneos travaram para nos dar o direito ao voto, ressaltando os mais "recentes" com esse direito que são as mulheres e os jovens, mas eu não vou fazer isso, eu vou te dar um outro argumento prá te convencer a não votar nulo.
     Não serve para nada do que você imaginou, "Afirma-se, por exemplo, que os pleitos (para cargos majoritários ou proporcionais) seriam cancelados caso houvesse mais de 50% de votos nulos. Isso é conversa fiada, avisa o TSE. No caso da eleição para deputados federais, estaduais e senadores, pode haver maioria folgada de votos nulos, que, ainda assim, os deputados tomarão posse. Mesmo se tiverem meia dúzia de votos. A Constituição garante que servem somente os votos válidos (excluindo-se os nulos e brancos) e ponto final".

     É isso mesmo, toda essa história que votar nulo para mudar o pais só coloca o poder de escolha  na mão da minoria, pessoas menos capacitadas e facilmente influenciáveis por propagandas bonitas e palavras difíceis, ou pessoas que se beneficiam com a eleição de seus respectivos candidatos.
     Traduzindo para uma escala menor, afim de facilitar um exemplo para este ser de Humanas que vos fala: em uma eleição na qual três candidatos concorrem pelos votos de cem pessoas o candidato 1 recebeu 46 votos, o candidato 2 recebeu 36 e o 3 recebeu 18, nesse caso haveria segundo turno pos um candidato precisa de 51% dos votos para ser eleito. Agora se o candidato 1 recebesse 36 votos, o 2 recebesse 14, e o três não recebesse nenhum porque 50% dos eleitores votou nulo, o candidato 1 seria Eleito com seus 36 votos, pos os votos nulos não são contados na apuração e não fazem a menor diferença.
    E caso você AINDA esteja confuso com esse papo de nulo, veja bem, ele é um voto opcionalmente inválido, é diferente de um voto anulado como por exemplo o caso do macaco Tião, habitante do zoológico do Rio de Janeiro, que foi lançado pelos eleitores na época da cedula de papel como candidato a prefeito e terminou em 3o lugar, com 400 mil votos, ou o caso do bode Cheiroso um famoso candidato que em Jaboatão (PE), recebeu 400 votos para vereador e de bodes com o mesmo nome que já venceram em Olinda (PE) e Minas Gerais. Nesses casos os votos foram anulados, pos os candidatos não concorriam pelo STE, estes votos são diferentes dos votos nulos ou em branco ( que diga-se de passagem são exatamente a mesma coisa já que em 1997 foi alterada a lei que dava ao candadito com mais votos o domínio sobre os votos brancos).
     Outro mito sobre voto nulo é que ele serve como protesto, o voto nulo tem pouco valor como protesto, já que os políticos brasileiros não se importam com a opinião do eleitor. Anular é uma atitude alienada, de quem não se importa com o rumo do país. Retirar-se da discussão é fácil, porém perigoso, a forma mais segura de garantir um pais mais justo é fazendo uma escolha consciente e acompanhando o candidato escolhido e principalmente se dando conta de um fato que nós sempre esquecemos, o presidente da república nada mais é que um funcionário público, assim como os deputados, governadores e vereadores, eles foram colocados em cargos de liderança, mas com a finalidade de nos servir, se você contrata um funcionário você precisa cobrar o trabalho bem feito (principalmente com o altíssimo salário que ele recebe).

     Então, saia um pouco da rede social e vá pesquisar sobre o passado dos candidatos, seus projetos, partidos e círculos de amizades, hoje temos um acesso a informação que nossos pais nunca tiveram, vamos tentar usar para algo útil. Vá cobrar o hospital, a creche, a diminuição de tarifas que o prefeito prometeu quando era candidato. Reclamar da rua esburacada no facebook só funciona se você tiver o prefeito na sua lista de amigos, mas você sabe, essa é apenas a Minha Humilde Opinião.
Ass: Bruno Santos

Fontes de pesquisa para este texto:
Revista Super Interessante Setembro de 2006.

Vídeo: Voto Nulo - Intendeu ou quer que eu desenhe (youtube)