quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Vale A Pena Esperar


    Toda pessoa que sonha em se casar um dia tem em mente algumas qualidades que o par perfeito deve possuir. Entre essas, a mais comum é a fidelidade. E com razão, afinal, se todo relacionamento tem como base a confiança, nada mais reconfortante que poder confiar ‘’cegamente’’ em alguém.
Para casais de namorados que buscam vivenciar essa experiência existe uma receita. Ela não é nada fácil, muitos desistem no caminho, mas aqueles que conseguiram, dão testemunho de que vale à pena. O nome dessa "fórmula mágica" é castidade. Porém, acredite, de mágica não tem nada. É um fato comprovado que casais que vivem a castidade ao longo do namoro tem a menor taxa de divórcios por motivo de traição. Imagine:
     Um casal tem um filho, eles o alimentam a qualquer momento do dia e com qualquer tipo de alimento que ele peça, seja doce, salgado, fast food, etc. Quando essa criança chegar a adolescência ela será obesa, hipertensa, diabética. Será uma rebelde que acha que pode tudo e se não receber vai arrumar uma forma de conseguir. Bem meus queridos, essa criança representa sua sexualidade, que recebe tudo que quer no momento que quer, ela não aprendeu a ouvir NÃO e quando o recebe, "dá o seu jeito".
     Gosto de dar exemplos com comida por ser uma das necessidades básicas do corpo humano, como dormir ou excretar. Sem fazer essas três coisas você não consegue viver, mas mesmo assim existem momentos adequados para cada uma delas, e você espera. Espera chegar em casa para ir no banheiro, espera até a hora do almoço no trabalho, espera acabar aquele programa de TV para poder ir se deitar.. Então por quê parece tão difícil suportar a ausência de sexo? Também não é fácil passar dias em jejum ou sem dormir, e muitas pessoas ficam.
     Vejamos outro exemplo: dois casais de namorados estão juntos a cinco anos, um dos casais guarda a castidade, quando se encontram eles conversam, se abraçam e beijam, mas se sentem que as coisas estão fugindo do controle eles se afastam um pouco até se acalmarem. O outro casal faz sexo sempre que tem a oportunidade, isso pode ser várias vezes na semana, em certas vezes se encontram apenas para isso. Digamos que os rapazes de ambos os casais precisem viajar a trabalho pelo período de um mês, depois de vinte dias longe das namoradas, qual dos rapazes ficaria mais abalado por uma proposta indecorosa de outra mulher?     

I Coríntios 3, 16-17 "Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá. Porque o templo de Deus é sagrado - e isto sois vós."

     Em um casamento, se colhe o que foi plantado no namoro, se o rapaz se acostumou a tratar a namorada como um objeto sexual, no matrimônio ela não será nada além de uma prostituta particular que deverá ceder a todos os seus desejos para que ele não encontre outra forma de se "aliviar" e vice-versa. Se deixar levar pelas paixões envolve os parceiros em uma névoa mágica que se dissipa com a chegada da rotina, quando nada mais é novidade, daí, e só daí em diante, esses casais percebem que estão com uma pessoa que até então, não conheciam.      "Se o namoro for carnal, será a carne que dominará os cônjuges, se ao contrário, o namoro for espiritual, será o espírito (o Espírito Santo) que conduzirá o casal".
     Estamos entrando na época da quaresma, um momento de reflexão e conversão, esse é o momento para uma mudança de vida, para uma tomada de decisão, faça uma escolha pelo caminho que te concederá uma felicidade duradoura e completa. Essa é apenas a Minha Humilde Opinião.

Ass.: Bruno Santos

Referências: Livro Descobrindo a Castidade - Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz